Reflexão Padre Fábio de Melo – A Ansiedade e a Inaptidão de Lidar com o Tempo

A ansiedade é uma condição que afeta um grande número de pessoas no mundo moderno. Muitas vezes, ela é caracterizada por uma incapacidade de lidar com o tempo de forma saudável. O indivíduo ansioso, ao invés de viver no presente, encontra-se frequentemente preocupado com o futuro, antecipando problemas e dificuldades que ainda não ocorreram e que talvez nunca aconteçam. Esta projeção constante no que está por vir impede que a pessoa aproveite plenamente o momento atual.

Assista o vídeo:

A Inaptidão Temporal

Vivemos em uma sociedade que raramente está no “tempo que temos”. Estamos frequentemente ocupados revisitando o passado, remoendo erros e arrependimentos, ou projetando-nos no futuro, antecipando desafios e criando cenários de preocupação. Este desajuste temporal nos impede de viver plenamente o presente – o único tempo que realmente possuímos e sobre o qual podemos exercer controle.

O passado, apesar de ser uma parte importante de quem somos, não pode ser alterado. Ele permanece em nós como memória, mas não podemos intervir nele. O futuro, por sua vez, é uma possibilidade incerta que não nos pertence e que ninguém pode garantir que teremos. Portanto, a única maneira eficaz de preparar para o futuro é através da consciência e do aproveitamento do presente.

Sabedoria e Ação

Conhecemos a velha máxima que diz que “há um tempo para cada coisa”, conforme registrado no famoso trecho que fala sobre o tempo de plantar, colher, orar e se alegrar. Este conhecimento é amplamente aceito e, de certa forma, tornou-se um clichê. No entanto, saber dessas coisas muitas vezes não é suficiente para mudar nosso comportamento.

Para que o conhecimento sobre o tempo e a necessidade de viver o presente tenha um impacto real, ele precisa ser mais do que superficial. Deve permear nosso ser, fluir em nossas veias como sangue, irrigando nossa mente e transformando-se em atitude. Nossa relação com o tempo tem um impacto profundo na nossa saúde mental e física.

Práticas para Reduzir a Ansiedade

Uma das práticas que pode ajudar a mitigar a ansiedade é controlar a pressa dos outros que influencia nossa vida. Muitas vezes, somos arrastados pelo ritmo frenético alheio, perdendo a paz e a concentração. Quantas situações problemáticas poderiam ter sido evitadas se tivéssemos apenas esperado um pouco mais, se tivéssemos dado tempo ao tempo?

A facilidade de enviar mensagens a qualquer hora do dia, por exemplo, pode ser uma fonte de estresse. Às vezes, mandamos mensagens em horários inadequados, gerando ansiedade e desconforto tanto em nós quanto nos destinatários. A prática de esperar o momento certo para tratar de certos assuntos pode preservar nossa paz e a do outro.

Vida Interior e Exterior

Nos dias de hoje, é cada vez mais difícil ter uma vida interior rica e tranquila. Estamos constantemente voltados para fora, preocupados com o que os outros pensam, dizem e fazem. Este foco externo é exacerbado pelas redes sociais e pela constante necessidade de estar conectado.

Para cultivar uma vida interior, é essencial desenvolver a capacidade de voltar-se para dentro, de refletir e de se desconectar das influências externas. Isso inclui reservar momentos de silêncio, limitar o uso de dispositivos eletrônicos e criar um espaço para a introspecção e a meditação.

Conclusão

A ansiedade, muitas vezes, é fruto da nossa inaptidão em lidar com o tempo. Vivemos preocupados com o futuro e remoendo o passado, negligenciando o presente. Para reduzir a ansiedade, é crucial aprender a viver o momento atual, a esperar o momento certo para agir e a desenvolver uma vida interior rica e tranquila. Somente assim podemos encontrar paz e equilíbrio em um mundo que está constantemente em movimento e cheio de urgências falsas e prejudiciais.

Adotar uma postura mais calma, refletida e consciente pode transformar nossa relação com o tempo e, consequentemente, melhorar nossa qualidade de vida e saúde mental.

Compartilhe:

Veja stories do Sou Sabará

Veja stories do Sou Sabará Notícias