Megaprojeto eólico e solar de mais de R$ 5 bilhões será implantado em Minas Gerais

Companhia alemã investirá, no Norte de Minas, em três projetos de energia limpa, sendo um deles híbrido (solar e eólico)

A empresa alemã Sowitec confirmou um aporte de R$ 5,2 bilhões no estado em três grandes projetos em municípios do Norte de Minas: dois exclusivamente de fonte solar fotovoltaica (Presidente JK e Minas do Sol) e um de fonte híbrida (Gameleiras), sendo que o segundo converge tanto para a geração solar fotovoltaica quanto para a eólica.

Continue lendo após a publicidade




O projeto híbrido (eólica e solar), batizado de Complexo de Geração de Energias Gameleiras, será instalado nos municípios de Monte Azul, Espinosa, Santo Antônio do Retiro, Rio Pardo de Minas e Mato Verde.

A capacidade estimada de potência das primeiras fases desse empreendimento é de 600 MW, no eólico, e 400 MWac (520 MWp), no solar. Já nas fases subsequentes do projeto, as capacidades estimadas devem saltar para 1.400 MW no eólico e 600 MWac (780 MWp) no solar. Isso quer dizer que, quando estiver totalmente implantado, poderá atender, em média, 1,5 mil residências por ano.

Os projetos solares Minas do Sol, em Pirapora, e Presidente JK, no município de mesmo nome, estão em estágio avançado de desenvolvimento, com todas as propriedades regularizadas, medição solarimétrica de acordo com os parâmetros dos órgãos competentes e licença ambiental de implantação emitida. O primeiro terá potencial para atender, em média, 250 residências por ano e o segundo, 350.

Já o complexo híbrido Gameleiras está em processo de regularização das propriedades e obtenção de licença ambiental para a futura construção. A implantação total dos projetos é estimada em dois a quatro anos, com início previsto a partir de 2023.

A primeira etapa dos projetos tem previsão de entrada em operação no final de 2024 e espera-se que todas as fases estejam finalizas até 2027. A estimativa é que sejam gerados 400 empregos no período de implantação.

Atualmente Minas Gerais é líder em geração distribuída de energia solar no país

Compartilhe:

Veja stories do Sou Sabará

Veja stories do Sou Sabará Notícias