stories

Sou Sabará
Sou Sabará Notícias
Sabará City

Primeira Mostra de trabalhos da Sobrilá começa dia 27 de julho em Sabará

Foto: Lucas Maia
Foto: Lucas Maia

Os atores Denise Leal, Diego Krisp, Éder Reis, Diego Ferrera e Nath Rodrigues, todos sabarenses formam o Sobrilá Cia de Teatro que irá se apresentar em Sabará, entre os dias 27 e 31 de julho de 2015.

No dia 30, será apresentado o primeiro espetáculo da Sobrilá Cia de Teatro. Criado coletivamente pelos cinco integrantes, “Memoria Perdida ou Tudo não existe” nasce da vontade em comum de montar uma peça de teatro de rua, sobre Sabará, com questionamentos políticos e sociais da nossa cidade, de maneira lúdica e com classificação livre.

Continue lendo após a publicidade




Veja o restante da programação:

MOSTRA CÁ
1ª Mostra de Trabalhos da Sobrilá Cia de Teatro
De 27 a 31 de Julho de 2015

Programação Gratuita!!!
(nos dias 27, 28 e 29, troca de ingressos às 19h na bilheteria do teatro: por 1kg de alimento ou 1 agasalho)

Mostra Cá

Diante do desejo, da vontade e da necessidade de movimentar a cena cultural de Sabará, nasce a “Mostra Cá”, a primeira mostra de trabalhos da Sobrilá Cia de Teatro.

Uma mostra de teatro e música, em que os integrantes da Sobrilá estão envolvidos de alguma forma, seja atuando ou dirigindo.

“Mostra Cá” traz a estreia do primeiro espetáculo da Sobrilá.

Ficha Técnica:

Realização: Sobrilá Cia de Teatro (Denise Leal, Diego Krisp, Diego Roberto, Éder Reis e Nath Rodrigues)
Arte gráfica: Éder Reis

Dia 27 de julho – segunda feira – 20h – Teatro Municipal

Coquetel de Abertura + Apresentação do espetáculo de teatro: “AZUL VIOLETA” (BH)

Azul Violeta é um espetáculo teatral que tem a melancolia como tema de fundo. A história se passa nos bastidores de um circo, fadado ao fracasso desde o seu surgimento; e de Alice, levada a solidão pelas suas escolhas e por aquilo que não era capaz de escolher. A melancolia é abordada não da perspectiva do que é encenado, do que é visto ou daquilo que é feito com a máscara, mas a perspectiva do que buscamos (Artistas e Alices) esconder. O espetáculo também buscou assimilar a linguagem visual que Marc Chagall apresenta em suas obras, de inconfundível tom melancólico.

Ficha Técnica:
Elenco: Ana Paula Torres, Bruni Santiago, Isabela Arvelos
Participação: Letícia Cangussu, Lílian Santiago, Maíra Rodrigues, Pablo Barcelos e Rafael Blaytner
Direção: Diego Krisp
Dramaturgia: Pamela Côrtes
Criação de luz: Ana Reis

Dia 28 de julho – terça feira – 20h – Teatro Municipal

Apresentação do espetáculo de teatro: “EU TENHO UMA HISTÓRIA PRA CONTAR”

“Eu tenho uma históra pra contar” é um experimento teatral, criado coletivamente pelos alunos do primeiro curso de teatro da Ong Nação, com a orientação cênica da atriz Denise Lopes Leal.
O espetáculo foi ganhando forma a partir das histórias contadas pelos próprios alunos. Afinal, eu tenho uma história pra contar! E você?

Ficha Técnica:
Criação Coletiva: Bianca Rosa, Derli Lopes, Gabriel Ferreira, Gabriela Rodrigues, Jorge Costa, Julia Santos, Lara Melo, Líllian Chélida, Lucas Penna, Luiza Starling, Marcela Bonfim, Pedro Lima, Sara Carneiro, Sofia Rodrigues, Stefanie Silva, Thais Rodrigues, Thayná Viterbo, Yasmin Lara e Ynara Felix
Orientação Cênica: Denise Leal
Criação e operação de luz: Willian Araujo
Realização: Ong Nação
Apoio: Lar de Maria

Dia 29 de julho – quarta feira – 20h – Teatro Municipal

Apresentação do espetáculo de teatro: “SE ESSA RUA FOSSE MINHA – UM SOLO DE MACAXEIRA”

Partindo do universo da rua e da trajetória delirante de Lady Macbeth, a estória traz a luz temas como invisibilidade social e relações de poder, contracenando com os fantasmas do dia a dia de uma mulher em situação de rua, levando o espectador a entrar em um universo imagético, lírico, cômico e trágico.

Ficha Técnica:
Atuação: Denise Leal
Direção e dramaturgia: Juliana Pautilla
Assistente de direção: Dayane Lacerda
Iluminação: Marina Artuzzi e Willian Araujo
Técnico de luz: Willian Araujo
Figurino e adereços: o coletivo
Realização: Cia Quinta Marcha

Dia 30 de julho – quinta feira – 20h – Ruas do Centro Histórico (início Praça Sta Rita)

Apresentação do espetáculo de teatro de rua: “MEMÓRIA PERDIDA” OU “TUDO NÃO EXISTE”

“Memória Perdida ou Tudo não existe” é o primeiro espetáculo da Sobrilá Cia de Teatro, criado coletivamente por cinco artistas sabarenses. O espetáculo nasceu do desejo de movimentar a cena cultural de Sabará, e o primeiro passo foi montar uma peça de teatro de rua, com questionamentos políticos e sociais da nossa cidade, de maneira lúdica, com classificação livre, (é pra todos!!!).

Ficha Técnica:
Criação Coletiva: Denise Leal, Diego Krisp, Diego Roberto, Éder Reis e Nath Rodrigues
Realização: Sobrilá Cia de Teatro

Dia 31 de julho – sexta feira – 19h – Praça Sta Rira (Coreto)

Apresentação musical “PÉ DE AMORA”

“Pé de Amora” é um duo de música brasileira, criado em meados de 2014 por Bruno de Oliveira e Nath Rodrigues, que parte do choro e explora, além do gênero, a linguagem e musicalidade brasileiras.
A vasta experiência que ambos trazem de seus projetos paralelos, onde exploram os universos da canção, do erudito ao jazz, integra à essência do duo outras possibilidades sonoras.

Ficha Técnica:
Bruno de Oliveira – violão
Nath Rodrigues – violino

Compartilhe:

Veja stories do Sou Sabará

Veja stories do Sou Sabará Notícias