Seca em Minas Gerais pode ser pior em 2015

Dados de modelagens numéricas feitas por computadores de previsão meteorológica indicam um cenário muito mais preocupante com relação à estiagem em Minas Gerais ao longo do ano de 2015 da que foi verificada em 2014.

No último ano, 102 municípios mineiros decretaram “situação de emergência” em virtude dos estragos e da crise econômica alavancada pela forte estiagem. Diversas represas secaram e nascentes importantes, como uma das tantas que formam o rio São Francisco, também deixaram de vazar água.
Todas as usinas hidrelétricas instaladas em Minas Gerais estão com nível de armazenamento muito baixo, o que praticamente restringe a produção segura de energia elétrica nos próximos meses, incluindo o complexo de Furnas, no centro-sul do estado.

Continue lendo após a publicidade




O raciocínio é lógico. O período maior de precipitação em Minas Gerais vai se novembro a março. Os últimos dois meses de 2014 não mostraram chuva dentro da média em todo o estado e o primeiro trimestre de 2015 caminha para um cenário ainda mais pessimista. De abril até o próximo mês de novembro, o período é de estiagem completa em todo o estado. Não há solução, por via de água gerada pela chuva, para sanar a crise hídrica no estado.

Via  De Olho No Tempo Meteorologia  

Compartilhe:

Veja stories do Sou Sabará

Veja stories do Sou Sabará Notícias