A Maldita Cia apresenta seu espetáculo Maxilar Viril na Vila Marzagão em Sabará

Além das apresentações, que têm entrada gratuita e acontecem de 9 a 11 de novembro, o grupo também vai ministrar uma aula aberta voltada para artistas no sábado.

A Maldita Cia de Investigação Teatral apresenta seu espetáculo Maxilar Viril na Vila Marzagão em Sabará de 9 a 11 de novembro. A temporada faz parte do projeto de circulação da Maldita Cia em Minas Gerais, e, além da apresentação, o grupo também ministra a Aula aberta – Procedimentos de atuação épico-dramática voltada para artistas, escritores, pensadores e estudantes de todas as áreas.

Continue lendo após a publicidade




Refletindo sobre as hierarquias familiares e suas deformações, a escalada da violência na América Latina e o absurdo desejo de aniquilar o outro, o espetáculo será apresentado na Estação de Arte Kabana(Rua São José, 25, Vila Marzagão, Sabará), às 20 horas. A classificação indicativa é16 anos, e a entrada é gratuita com retirada de ingressos na portaria do espaço uma hora antes da apresentação.

Maxilar Viril tem direção de Amaury Borges, e traz para a cena conflitos que potencializam uma reflexão acerca da deterioração das relações humanas no mundo atual. A proposta é levar o espectador a um encontro sinestésico onde artistas e público, juntos, questionem as relações trágicas que marcam a realidade contemporânea de toda sociedade.

A peça é uma transcriação História do lagarto que tinha o costume de jantar suas esposas do escritor uruguaio Eduardo Galeano. O espetáculo relaciona essa fábula a documentos de Comissões da Verdade da América Latina para propor uma reflexão sobre a condição humana, a intolerância e a barbárie na atualidade.

Maxilar Viril integrou a programação do Festival Internacional de Teatro de Belo Horizonte 2016, projeto Off Cena do Sesc Palladim 2016, e do Verão Arte Contemporânea em 2015.

Aula aberta com a Maldita Cia.

Além das apresentações, a Maldita Cia. também vai ministrar uma atividade de formação. A Aula aberta – Procedimentos de atuação épico-dramática, será no dia 11 de novembro, 15 às 17 horas, na Estação de Arte Kabana.

As inscrições para participação podem ser feitas através pelo formulário online https://goo.gl/forms/uZ3ycXIikHO3Isu22, disponível na página da Maldita Cia. no Facebook.

Na aula, serão realizados procedimentos práticos pesquisados pela Maldita Cia. em torno da narrativa épico-dramática, uma pesquisa sobre a narrativa teatral que explora transições entre a primeira e a terceira pessoa a fim de ampliar a diversidade de pontos de vistas do narrador e as possibilidades de diálogo entre narrador e personagens.

Sobre a Maldita Cia.

Desde 2002, a Maldita Cia de Investigação Teatral pesquisa o teatro de ocupação; o teatro como arte do encontro; narrativas que transitam do épico ao dramático; o uso de objetos para o mascaramento do ator. No âmbito temático, a companhia investiga temas relacionados à tragédia contemporânea, à marginalidade social, e à violência na América Latina.

Suas ações perpassam a criação teatral, atividades de formação e a promoção de encontros entre artistas e pensadores que possam fomentar a efervescência criativa e reflexiva no teatro.
O grupo têm outros dois espetáculos, além de Maxilar Viril(2014), o Cara Preta (2009 – FIT BH, VAC BH, Festival Inverno de Ouro Preto) e Casa das Misericórdias (2003 – FIT BH, Festival de Inverno da UFMG, Festival Inverno Ouro Preto). Entre as oficinas ministradas pela Maldita Cia estão: Processos de criação colaborativa; Processos de criação compartilhada; Procedimentos de atuação épico-dramática. Integram o grupo: Amaury Borges, Elba Rocha e Lenine Martins.

Sinopse – Maxilar Viril

A peça investiga a origem da violência na tragédia contemporânea. Narra um acerto de contas final no núcleo familiar – pai, mãe e filho e o relaciona a documentos de Comissões da Verdade da América Latina.

Em Maxilar Viril, a mãe, América, e seu filho, Dulcídio, restam sozinhos na aldeia de Lucanamarca, herdada do pai falecido. Desse ponto, relembram a trajetória que os levou até essa situação.

Ficha Técnica

Concepção: Maldita Cia de Investigação Teatral
Atuantes: Elba Rocha, Lenine Martins, Amaury Borges
Dramaturgia e direção: Amaury Borges
Músico atuante: Javier Galindo
Iluminação: Felipe Cosse e Juliano Coelho
Sonorização: Rafael Dutra
Direção musical: Sérgio Andrade
Cenografia e figurinos: Maldita Cia Teatro
Fotos: Bruna Rosa, Alex Stoppa, Guto Muniz
Costureira: Lenir Rocha e Maria Guiomar da Silva

Serviço

Aula aberta – Procedimentos de atuação épico-dramática
11 de novembro – 15 às 17 horas
Inscrições: https://goo.gl/forms/uZ3ycXIikHO3Isu22
Ouvintes: 80 (seleção por ordem de inscrição)
Participantes: 10 (envio de currículo e carta de motivação – máximo 10 linhas)

Estreia Maxilar Viril na Vila Marzagão em Sabará
Maxilar Viril em Sabará
9 a 11 de novembro
20 horas
Local: Estação de Arte Kabana
Classificação: 16 anos
Entrada Gratuita

Compartilhe:

Veja stories do Sou Sabará

Veja stories do Sou Sabará Notícias