Bem-vindo ao Portal de Sabará - MG

A construção e a demolição da Estação Ferroviária de General Carneiro – Sabará

Conheça um pouco da história da Estação Ferroviária de General Carneiro

Continue lendo após a publicidade

A Estação Ferroviária de General Carneiro e seu ramal ferroviário foram construídos para facilitar o transporte de pessoas e de materiais destinados às obras de construção de Belo Horizonte, a nova capital de Minas Gerais. Antes, o transporte de Sabará à antiga região do Curral Del Rei era muito lento, feito quase sempre por boiadas, que demoravam dias de viagem.

Fotografia da Estação de General Carneiro

Quem cedeu o terreno para a construção da Estação Ferroviária foi a Companhia Industrial Sabarense, dona da fábrica de tecidos de Marzagão. Na época, a região, onde hoje fica o bairro General Carneiro, tinha o nome de Arrudas. A Estação também nasceu com outro nome: Entroncamento.

O nome “General Carneiro” foi dado à Estação em 1894, em homenagem a um militar, o General Antônio Ernesto Gomes Carneiro, morto no episódio do Cerco da Lapa (no Paraná) e considerado herói na revolução Federalista de 1892-1894. A partir daí, a região em volta da Estação passou a ser conhecida como General Carneiro.

O ramal ferroviário foi inaugurado em 1º de fevereiro de 1895 para o tráfego de pessoas e mercadorias, mas o prédio da Estação só foi totalmente concluído em 7 de setembro de 1902.

O projeto de arquitetura da Estação foi elaborado por José de Magalhães. O prédio era muito bonito e diferente das outras estações, por “apresentar uma raríssima forma triangular destinada a permitir as locomotivas manobras de retorno na mesma direção”. (Jornal Nossa Comunidade, 1999, p.2). A Estação tinha 27 portas e nenhuma janela!! A Estação de General Carneiro foi construída na mesma época em que a Estação Central, de Belo Horizonte, onde hoje funciona o Museu de Artes e Ofícios.

A Estação existiu por mais ou menos 70 anos. Ela foi demolida na década de 1960. Na época da demolição, o diretor da Estrada de Ferro Central do Brasil em Minas, Sr. Bernardo Rosa Pimentel Barbosa, disse que ela seria demolida porque era anti-funcional. Em seu lugar seria construída uma outra estação mais moderna, para melhor atender os passageiros. Ele falou também que reformar a antiga estação ficaria mais caro do que construir uma estação nova.

A população de General Carneiro ficou revoltada com essa medida pois considerava a antiga estação como um valioso patrimônio histórico da região. As próprias crianças ficaram muito tristes com o desaparecimento da Estação, assim como todo o povo.

Veja um vídeo feito pela Rede Minas sobre a Estação General Carneiro clique aqui.

Pesquisa elaborada por: Linda Kerley e Talita, alunos da Escola Estadual Juquinha de Almeida e da Escola Estadual Elísio Carvalho de Brito, que participaram do Sabará Memória Emotiva – Olhares sobre o Patrimônio, desenvolvido pela ONG AFFAS.

Adicione o número abaixo na sua lista de contatos e envie “Oi” para receber as notícias do Sou Sabará no seu Whatsapp
 
Fechar Menu