30 Fotos Antigas da Avenida Afonso Pena, Belo Horizonte (Exclusivas). Confira!

A Avenida Afonso Pena, localizada na cidade de Belo Horizonte, é uma das vias mais importantes da região. Ela foi inaugurada na época da fundação da nova capital de Minas Gerais e desde então tem sido o centro econômico e um marco na paisagem urbana de Belo Horizonte. Esta avenida se estende por 4,3 quilômetros, indo na direção nor-noroeste e su-sudeste, cortando o centro da cidade e passando pelos bairros Boa Viagem, Funcionários, Savassi, Serra e Cruzeiro. Junto com as avenidas Amazonas e do Contorno, a Avenida Afonso Pena é uma das principais vias da área central da cidade.

 

Continue lendo após a publicidade

A Avenida Afonso Pena logo após a inauguração da capital, em frente ao Parque Municipal. Fonte: BARRETO, Abílio. Belo Horizonte: Memória Histórica e Descritiva Vol.2; FJP, 1997.
Prolongamento Av Afonso Pena Cruzeiro - Pindura Saia 1940

Continue lendo após a publicidade

A sua criação tinha como objetivo ser a principal ligação entre as zonas sul e norte da cidade, e por isso, sua rota é caracterizada por um traçado retilíneo, ao contrário de outras avenidas planejadas. Além disso, ela se destaca por sua largura generosa de 50 metros, enquanto outras avenidas foram originalmente projetadas com apenas 35 metros de largura.

Durante as primeiras duas décadas da existência da capital mineira, a Avenida Afonso Pena e a Rua da Bahia se estabeleceram como os principais pontos de interação urbana da cidade. Essas vias, que só foram pavimentadas no final da década de 1900, eram o centro das atividades, com o maior fluxo de pedestres e veículos, motorizados ou não, em Belo Horizonte. Elas abrigavam muitos dos estabelecimentos comerciais da nova capital, bem como várias residências, muitas das quais pertenciam aos funcionários públicos que se mudaram de Ouro Preto.

 

Avenida Afonso Pena - 1911 Imagem feita a partir da torre da igreja de São José (provavelmente um belo cartão-postal). A rua que desce à esquerda é a Espírito Santo, destacando o antigo prédio do Colégio Isabela Hendrix. Ao centro, na Afonso Pena, a igreja metodista no local onde hoje está o edifício Acaiaca.

Inicialmente, a avenida se estendia desde o antigo Mercado até o cruzamento com a Avenida Brasil. A partir desse ponto, ela se transformava em um caminho de terra que levava ao antigo Cruzeiro. Posteriormente, foi ampliada até o cruzamento com a Avenida Paraúna, muito próxima ao Cruzeiro, que era o ponto final da avenida de acordo com o plano de 1895.

Nos anos 70, a Avenida Afonso Pena era um local charmoso para passear. O tráfego ainda era bem controlado, e a cidade vivia um período de grande progresso. A avenida estava cercada por prédios modernos, lojas diversas com vitrines amplas e bem cuidadas, cinemas, cafés, hotéis, empresas de destaque, bancos, consultórios médicos e uma população elegante que transitava pela região.

Você pode conferir mais fotos históricas da Avenida Afonso Pena para reviver essa época.

Praça Sete década de 70

Continue lendo após a publicidade

Praça Sete - 1971
Avenida Afonso Pena - 1948

Continue lendo após a publicidade

Praça Sete 1899
Praça Sete de Setembro em 1966 após a retirada do obelisco em comemoração ao centenário da Independência, com a justificativa da melhoria do fluxo viário. No seu lugar se construiu o monumento em homenagem aos fundadores da nova capital, retirado anos mais tarde.
Praça Sete 1905

Continue lendo após a publicidade

ESCAVAÇÃO DA AVENIDA AFONSO PENA 1926
Pça Milton Campos 1955
BH e acaba Mundo 1902

Continue lendo após a publicidade

Cruzamento da rua Espírito Santo com avenida Afonso Pena.
Avenida Afonso Pena - 1948 1
Avenida Afonso Pena - década de 60

Continue lendo após a publicidade

Avenida Afonso Pena - 1913
Avenida Afonso Pena - década de 10
Avenida Afonso Pena - anos 40

Continue lendo após a publicidade

Afonso Pena anos 60
Avenida Afonso Pena - 1905
Afonso Pena 1965 prolongamento

Continue lendo após a publicidade

Avenida Afonso Pena anos 30

Continue lendo após a publicidade

1926

Continue lendo após a publicidade

Compartilhe:

Veja stories do Sou Sabará

Veja stories do Sou Sabará Notícias

Quer Receber Notícias Sim Não