Bem-vindo ao Portal de Sabará - MG

Dez cidades mineiras serão contempladas com usinas de energia solar

Em reunião com o governador Romeu Zema, o presidente da Solatio, Pedro Vaquer, anunciou nesta semana, o investimento de R$ 21 bilhões até 2023 em usinas fotovoltaicas no estado, com isso, Minas deverá ter duas entre as cinco maiores usinas fotovoltaicas do mundo.
Foto: Divulgação

O governador ressaltou que dez cidades mineiras serão contempladas com as fazendas de captação de luz solar, além de Pirapora, no Norte de Minas, onde já está em operação a maior usina da América Latina e a terceira do mundo, com potência instalada de 406 MW e também Paracatu, onde há outra unidade com capacidade instalada de potência de 156 MW.

Continue lendo após a publicidade

A empresa Solatio prepara a construção de outras quatro usinas que serão ainda maiores: uma em Buritizeiro (650 MW), outra em Arinos (1.300 MW), outra em Janaúba (1.500 MW) e uma em Várzea da Palma (2.050 MW).

Além disso, também receberão empreendimentos fotovoltaicos Januária (10 MW), Francisco Sá (122 MW), Jaíba (316 MW) , Coromandel (82 MW), Guimarânia (82 MW) e Araxá (120 MW).

O valor anunciado, a empresa espanhola garante que R$ 2,5 bilhões já são investimentos consolidados em Minas Gerais, referentes a 782 megawatt (MW). O restante do investimento será destinado à produção de 6.430 MW nas usinas anunciadas para os próximos quatro anos. Este valor equivale, ainda segundo dados da empresa, à potência da usina de Itaipu.

O presidente da Solatio, afirmou que cerca de 70% do projeto será concluído até o fim de 2022. Os outros 30% estão programados para 2023.

Adicione o número abaixo na sua lista de contatos e envie “Oi” para receber as notícias do Sou Sabará no seu Whatsapp
 
Fechar Menu