stories

Sou Sabará
Sou Sabará Notícias
Sabará City

Adolescente é investigado por venda de pornografia infantil em redes sociais em Sabará

SALVAR

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) conduziu, na última quarta-feira (17/5), a operação Tuta Pueritia, em Sabará, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Durante a ação, foi cumprido um mandado de busca e apreensão contra um jovem de 17 anos, suspeito de comercializar material de pornografia infantil em grupos de redes sociais.

Contexto do caso

Continue lendo após a publicidade




A equipe da 2ª Delegacia de Polícia Civil em Sabará recebeu uma denúncia informando que o adolescente estaria enviando vídeos e fotos contendo pornografia infantil em aplicativos de mensagens. De acordo com as informações, ele usou suas contas de e-mail para transferir o conteúdo de um celular para outro, facilitando assim a prática do crime.

Investigação

Após investigação, os agentes da PCMG descobriram que o adolescente havia aberto várias contas para anunciar a venda de material com conteúdo de pornografia infantil. Para atrair compradores potenciais, o jovem envia uma captura de tela contendo parte do conteúdo, que seria enviada após o pagamento.

Os interessados ​​processavam o pagamento por meio de transferências via Pix. No entanto, o adolescente afirmou que bloqueava o comprador e não enviava o conteúdo prometido. Os pagamentos eram recebidos em uma conta bancária aberta pelo próprio suspeito, sem o conhecimento de seus pais.

Assim, a equipe de policiais constatou que, além do ato infracional alvo da operação, o menor de idade também cometia uma ação semelhante ao crime de estelionato.

Busca e apreensão

Durante a busca, foram encontrados dois celulares usados ​​por adolescentes, contendo material relacionado à investigação. Após a análise dos dispositivos, foram encontrados capturas de tela de crianças nuas e sofrimento de violência sexual.

O material apreendido será encaminhado para perícia, com o objetivo de extrair todo o conteúdo de interesse criminal e identificar possíveis outras pessoas envolvidas no crime.

Após a conclusão dos trabalhos, o adolescente foi encaminhado ao Ministério Público para as providências legais cabíveis.

Compartilhe:

Veja stories do Sou Sabará

Veja stories do Sou Sabará Notícias