Coronavírus: Prefeitura de Sabará recua na Flexibilização do comércio

Assim como aconteceu com Belo Horizonte e Contagem, o município de Sabará, também recuou na flexibilização do comércio. A partir desta quarta-feira (01), apenas serviços considerados essenciais podem funcionar.

De acordo com a prefeitura, a decisão foi pautada pelos indicativos apresentados pelo Comitê Sabarense de Enfrentamento, que constatou no último mês um crescimento de casos confirmados na casa de 800%. Além disso, outro critério levado em consideração foi a proteção da Rede assistencial da qual Sabará faz parte, na qual a maioria dos leitos de UTI’ está localizada em Belo Horizonte. “Até mesmo em respeito a decisão da Prefeitura de BH e o entendimento de que nossa rede de saúde se completa na capital mineira, devemos seguir o mesmo encaminhamento.”

Conforme o órgão, aliada a restrição do comércio, serão mantidas as ações de conscientização da população sobre a importância de se cumprir as medidas de segurança sanitária. Além disso, será intensificada a fiscalização aos estabelecimentos que descumprirem a determinação.

Confira o que poderá funcionar a partir de quarta-feira:

• Padarias
• Comércio varejista de laticínios e frios
• Açougues e peixarias
• Hortifrutigranjeiros
• Minimercados, mercearias e armazéns
• Supermercados e hipermercados
• Hospitais, consultórios, laboratórios e demais serviços de saúde
• Farmácias
• Óticas
• Materiais de construção
• Postos de combustível
• Distribuidoras de gás
• Comércio atacadista da cadeia de atividades varejista que pode funcionar
• Bancos e instituições de crédito
• Casas lotéricas
• Correios
• Pet shops e comércio de medicamento para animais
• Atividades industriais
• Restaurantes e lanchonetes podem seguir funcionando por delivery ou para retirada. Não pode haver consumo local.


Adicione o número abaixo na sua lista de contatos e envie "Oi" para receber as notícias do Sou Sabará no seu Whatsapp, ou caso queira receber por E-mail é só clicar aqui.