stories

Sou Sabará
Sou Sabará Notícias
Sabará City

Empresa da Itália anuncia aporte de R$ 152 milhões para a construção de uma planta de alta tecnologia em Sabará

SALVAR

A comitiva do Governo de Minas em missão na Itália anunciou com êxito a atração de um importante investimento para o estado. A empresa de energia Asja revelou nesta terça-feira (12/9) um aporte significativo de R$ 152 milhões para a construção de uma avançada instalação de alta tecnologia em Sabará, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), com o propósito de converter resíduos urbanos em biometano.

Com esse investimento, a expectativa é que a planta produza diariamente cerca de 80.000 metros cúbicos de biometano, além de gerar 24 empregos permanentes. O biometano é um gás natural renovável que tem uma variedade de aplicações, desde mobilidade urbana até indústrias de grande porte, e desempenha um papel crucial na redução das emissões de carbono e na promoção da sustentabilidade econômica no estado.

Continue lendo após a publicidade




De acordo com a empresa, a planta de Biometano em Sabará utilizará alta tecnologia e seguirá os padrões da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), produzindo biometano a partir do biogás gerado pela decomposição da fração orgânica dos resíduos sólidos do aterro, em parceria com o Grupo Vital. Esse processo envolve o tratamento e a purificação do biogás, aumentando seu poder calorífico e tornando-o semelhante ao gás natural, com a vantagem de ser um biocombustível altamente eficiente e de baixo impacto ambiental.

Além disso, a usina contará com dois geradores de energia movidos pelo biometano, com capacidade de 2,8 MW, para uso interno. No total, a planta da Asja ajudará a evitar a emissão de 415.000 toneladas de dióxido de carbono equivalente por ano.

Essa iniciativa de produção de Biometano contribuirá para a diversificação da matriz energética do país, reduzindo a dependência de fontes não renováveis e importadas de energia. O biometano poderá ser utilizado em diversas aplicações industriais e na frota veicular, substituindo o gás natural e fortalecendo a segurança energética do país.

Aluísio Eduardo / Imprensa MG

Essa nova usina da Asja também solidificará a posição de liderança de Minas Gerais na produção de energia renovável no Brasil. De acordo com a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), o estado já alcançou a impressionante marca de 99,5% de sua matriz energética proveniente de fontes renováveis, como hidrelétricas, energia solar, eólica e biomassa. Além disso, Minas Gerais abrigará a primeira fábrica de equipamentos para a produção de hidrogênio verde.

O CEO da Invest Minas, João Paulo Braga, ressaltou a importância dessa iniciativa para o estado: “Minas Gerais já está na vanguarda dos investimentos focados na transição energética no Brasil. Estamos acelerando a descarbonização de nossa economia ao atrair investimentos com baixa pegada de carbono. O projeto da Asja servirá como modelo para todo o país e nos ajudará a cumprir nossos compromissos dentro da agenda sustentável

Compartilhe:

Veja stories do Sou Sabará

Veja stories do Sou Sabará Notícias

Relacionado