Homem é indiciado por lesão corporal grave contra vereador em Sabará

SALVAR

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) concluiu as investigações e indiciou um homem, de 30 anos, suspeito de agredir gravemente um vereador na cidade de Sabará, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O investigado foi indiciado por lesão corporal grave (art. 129, parágrafo 1º, Inciso I do Código Penal), e o inquérito encaminhado à Justiça.

e acordo com o apurado pela equipe da 2ª Delegacia de Polícia Civil em Sabará, o suspeito é natural do Rio de Janeiro e, segundo moradores do bairro Nações Unidas, ele tinha por hábito dizer na localidade que era policial daquele estado. Ainda conforme a população local, o homem contava ter envolvimento com políticos fortes e que andava sempre com seguranças.

Continue lendo após a publicidade




No dia 11 de fevereiro deste ano, no bairro Nações Unidas, o vereador estava em um bar, de propriedade do tio dele, com alguns amigos, quando presenciou um desentendimento entre dois conhecidos. Na tentativa de evitar uma confusão de maiores proporções, o vereador interveio na discussão quando, inesperadamente, foi atacado pelas costas por uma pessoa que ele não conhecia.

O suspeito da agressão desferiu um soco na nuca do vereador, que desmaiou imediatamente. De acordo com testemunhas, quando a vítima estava desacordada no chão, o homem ainda chutou o rosto dele. O vereador foi submetido a uma cirurgia, pois sofreu duas fraturas na mandíbula.

Por causa da violência sofrida, o vereador ficou afastado do trabalho por 30 dias, além de passar por outras cirurgias no maxilar. Após as investigações, oitivas e com o laudo médico-legal, ficou comprovado que a vítima sofreu lesão corporal grave.

Compartilhe:

Veja stories do Sou Sabará

Veja stories do Sou Sabará Notícias

Relacionado