Homem é indiciado por lesão corporal grave contra vereador em Sabará

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) concluiu as investigações e indiciou um homem, de 30 anos, suspeito de agredir gravemente um vereador na cidade de Sabará, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O investigado foi indiciado por lesão corporal grave (art. 129, parágrafo 1º, Inciso I do Código Penal), e o inquérito encaminhado à Justiça.

e acordo com o apurado pela equipe da 2ª Delegacia de Polícia Civil em Sabará, o suspeito é natural do Rio de Janeiro e, segundo moradores do bairro Nações Unidas, ele tinha por hábito dizer na localidade que era policial daquele estado. Ainda conforme a população local, o homem contava ter envolvimento com políticos fortes e que andava sempre com seguranças.

Continue lendo após a publicidade

No dia 11 de fevereiro deste ano, no bairro Nações Unidas, o vereador estava em um bar, de propriedade do tio dele, com alguns amigos, quando presenciou um desentendimento entre dois conhecidos. Na tentativa de evitar uma confusão de maiores proporções, o vereador interveio na discussão quando, inesperadamente, foi atacado pelas costas por uma pessoa que ele não conhecia.

O suspeito da agressão desferiu um soco na nuca do vereador, que desmaiou imediatamente. De acordo com testemunhas, quando a vítima estava desacordada no chão, o homem ainda chutou o rosto dele. O vereador foi submetido a uma cirurgia, pois sofreu duas fraturas na mandíbula.

Por causa da violência sofrida, o vereador ficou afastado do trabalho por 30 dias, além de passar por outras cirurgias no maxilar. Após as investigações, oitivas e com o laudo médico-legal, ficou comprovado que a vítima sofreu lesão corporal grave.

Compartilhe:

Veja stories do Sou Sabará

Veja stories do Sou Sabará Notícias

Quer participar dos grupos no Whatsapp?

Se você tiver interesse em participar dos grupos do Sou Sabará no Whatsapp
Quer Receber Notícias Sim Não