Paróquia Nossa Senhora da Conceição, em Sabará, celebra 295 anos

SALVAR

A Paróquia Nossa Senhora da Conceição, em Sabará, celebra 295 anos de fundação.

Foto: Sergio Avelino Campagnolo
Foto: Sergio Avelino Campagnolo

Dentro dos festejos comemorativos dos quase três séculos do histórico templo, que é um dos mais antigos do estado de Minas Gerais, no próximo dia 16 de fevereiro, haverá várias solenidades promovidas pela paróquia juntamente com a Arquidiocese de Belo Horizonte.

Continue lendo após a publicidade




Entre as celebrações do dia 16 haverá, a Paróquia realiza o Ofício da Imaculada cantado, às 6:30 horas.
Ainda pela manhã, às 7:00 horas será celebrada, em latim, uma solene Santa Missa em ação de graças pelo fato histórico.

Às 17:00 horas, na tarde do mesmo dia, haverá uma catequese explicativa sobre o dogma da Imaculada Conceição e, em seguida, às 18:00 horas será celebrada uma outra Missa Solene no interior da bela igreja da Senhora da Conceição da histórica cidade de Sabará.

A “aniversariante” Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição

paroquia

A Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição é um templo católico da cidade brasileira de Sabará, no estado de Minas Gerais.

Tem grande tradição histórica e constitui-se em um dos mais importantes exemplares de edificações religiosas da arte colonial brasileira, dentro do chamado “barroco mineiro”.

Seu interior é ricamente decorado com ouro extraído das muitas minas de ouro da cidade.

História

O Templo Católico fica localizado na parte baixa da cidade, bem próximo da pequenina e também bela e histórica Igreja de Nossa Senhora do Ó.

Ela é popularmente chamada de “Igreja Nova” ou “Grande”, um modo de denomina-la que vem desde a época da sua construção em substituição da capela primitiva que existiu no mesmo local dela.

A Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição é uma das mais antigas igrejas do período colonial de Minas Gerais e rivaliza em antiguidade com a Matriz de Raposos e a Sé de Mariana, porém, a data precisa de sua construção não é conhecida, pois a documentação sobre sua edificação é muito escassa.

Não se conhece também dados sobre o autor do projeto.

A primeira capela originária da atual Paróquia foi erguida em algum momento entre 1701 e 1710.

Em 1714 já aparecem referências à Igreja Nova, em 1718, conforme carta do governador Dom Pedro de Almeida ao Rei de Portugal, ela já estava bem adiantada, inclusive no que diz respeito à decoração, pois ele refere que em Minas só havia duas igrejas em condição “decente”, a de Ouro Preto (provavelmente se referindo à Matriz do Pilar) e a de Sabará.

Em 1720 já é chamada de Igreja Grande ou Matriz.

A construção e decoração da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição estão ligadas ao trabalho do padre José de Queirós Coimbra, que, por mais de sessenta anos, foi seu vigário.

A Paróquia está entre as primeiras igrejas de vigararias coladas da Capitania das Minas Gerais, o que ocorreu por força de uma carta régia de 1724, quando era governador Dom Lourenço de Almeida.

Entre 1964 e 1965 a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição passou por um primeiro restauro.

A imagem da Padroeira foi restaurada em 2007, bem como outros elementos decorativos da nave.

Novas obras de recuperação e restauro foram realizadas em 2013. Neste trabalho foram descobertas pinturas ocultas por intervenções posteriores, e alguns elementos importantes, como a grande imagem da padroeira, tiveram suas cores originais reveladas.

Seus púlpitos são considerados entre os mais belos de Minas.

O interior é o ponto alto do conjunto dessa Igreja que é tida como uma das mais ricas igrejas das Minas Gerais.

Além do recinto da nave e da capela-mor, são dignos de nota a capela do Santíssimo, a sacristia e o consistório, com abundante decoração em ouro. (JSG).

via Gaudium Press

 

Compartilhe:

Veja stories do Sou Sabará

Veja stories do Sou Sabará Notícias