Boato de ataque em escola de Sabará leva adolescente para delegacia

Nesta sexta-feira(02) policiais do 61º BPM conseguiram chegar ao autor de uma mensagem de voz, que falava sobre um possível ataque nas escolas de Sabará.

O adolescente teria usado um aplicativo de celular que altera o tom de voz e gravado uma mensagem que contava sobre um possível massacre nas escolas da cidade de Sabará. Na mensagem ele dizia para os alunos de Sabará e região não irem à aula nessa segunda feira (05), pois ocorreria uma chacina, na qual ele seria o autor.

Continue lendo após a publicidade

A mensagem foi inicialmente enviada para grupo de alunos de uma escola no bairro Nações Unidas, logo depois espalhada para outras pessoas na cidade. A população diante da situação de pânico acionou a Polícia Militar que diligenciou e conseguiu chegar até o autor.

O jovem de 13 anos disse aos policiais que foi apenas uma brincadeira e que o conteúdo da mensagem não era verdadeiro. Foi feito um boletim de ocorrência e o menor, estando na companhia da mãe, foi apreendido juntamente com o celular usado por ele.

A Polícia Militar esclarece que fato como esse configura crime, punível com prisão e multa.

Compartilhe:

Veja stories do Sou Sabará

Veja stories do Sou Sabará Notícias

Quer participar dos grupos no Whatsapp?

Se você tiver interesse em participar dos grupos do Sou Sabará no Whatsapp
Quer Receber Notícias Sim Não