Polícia investiga possível estupro em escola de Ravena

SALVAR

A Polícia Civil investiga um suposto abuso sexual em uma escola em Ravena, distrito de Sabará.

Segundo o boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada no posto de saúde de Ravena, nessa quinta-feira (10). A enfermeira contou a polícia que a criança chegou ao local com vermelhidão e lesões na vagina. A mãe relatou que a filha estava queixando-se de dores na área genital há alguns dias, e que tinha intensificado na quarta-feira (9).Com a chegada de uma policial, a menina contou que entrou no banheiro da escola onde estuda e, após fazer as necessidades fisiológicas, o homem, de 49 anos, chegou e colocou as mãos na vagina e nádegas dela. Ainda conforme o relato da criança, outras situações já teriam ocorrido com o mesmo funcionário.

Continue lendo após a publicidade

Militares deslocaram até a escola, onde fizeram contato com o suspeito. Ele negou o crime.

A menina foi levada para o Hospital Odilon Behrens, em Belo Horizonte, acompanhada dos pais. Ela foi medicada e liberada. A assessoria de imprensa da Polícia Civil informou que o inquérito foi aberto na mesma data da denúncia, e o homem foi ouvido e liberado, uma vez que não havia situação de flagrante.

Por meio de nota, a Secretaria Municipal de Educação, informou que suspendeu o servidor, que é efetivo, por tempo indeterminado, até que sejam apurados os fatos, e que uma psicóloga está disponível para a criança.

Compartilhe:

Veja stories do Sou Sabará

Veja stories do Sou Sabará Notícias

Quer participar dos grupos no Whatsapp?

Se você tiver interesse em participar dos grupos do Sou Sabará no Whatsapp
Quer Receber Notícias Sim Não