Prefeitura de Sabará responde ao acionamento do Ministério Público

SALVAR

Nesta terça-feira(3) a Prefeitura de Sabará, liberou uma nota referente ao acionamento no Ministério Público, por um vereador pedindo o cancelamento dos shows do Carnaval. 

Veja a nota:

Continue lendo após a publicidade




O vereador Welington que usa o codinome da zoonoses, mas legou junto aos seus uma epidemia de dengue em 2013. É favorável ao Banco Itaú, por razões que só ele pode dizer. É contra reciclagem de papel e contra o Carnaval. Quer acabar com o Carnaval de 2015 no orçamento que ele mesmo votou para a Cultura e Turismo.
Por ser Carnaval, lembro aqui do imortal Noel Rosa, carioca que faleceu em Minas Gerais, aos 26 anos – “Palpite Infeliz”. Ele dizia: “Quem é você que não sabe o que diz? Meu Deus do céu, que palpite infeliz!”.

Quando lí o seu ofício pensei que fosse somente mais uma ponderação lúcida, coisa séria, conforme deve partir de um edil. Qual o quê, logo vi que era só politicagem. Primeiro vai à internet fazer média política. Não sabendo que grande parte da população tem perguntado à Prefeitura se Welington da zoonoses vai mesmo acabar com o Carnaval. NÃO, NÃO VAI e nem tem poder para isso, é só politicagem barata.

Vem ele fazer demagogia como se não conhecesse o orçamento público e a própria realidade.
Em 2014 tivemos 14 embargos federais e estaduais devido a outras gestões passadas de 2004 a 2012. Ao final do ano, cumprimos todas as obrigações constitucionais com a educação, saúde, cultura, turismo, etc e muitas obras. Repito, a Prefeitura gastou metade do orçamento com cerca de 3.500 funcionários. E ai vereador, porque V.Exa. quer embargar os gastos com os 135.000 sabarenses restantes, mais 3.500 da prefeitura, turistas e sua própria excelência?

Afinal, o carnaval é também investimento que procuramos na indústria do turismo, ou vamos continuar com nosso imenso acervo cultural e turístico entregue às moscas?
Temos que reagir: nossa economia lucra direta e indiretamente com este investimento. E o povo quer. Nosso carnaval tem retorno econômico e é também pago. Estamos com a programação e licitações em andamento: vendemos espaço e participações, camarotes open bar, empresariais, barracas e etc. Isso tudo com gastos menores do que encontramos por exemplo no carnaval de 2012.

Terminando, Sr. Vereador, aproveito para lhe informar que os gastos com fogos foram de uma licitação para o ano de 2014 (Réveillon) e 2015 para carnaval, semana santa, aniversário da cidade, etc, mais uma de vossa excelência.
Esclareço, com orgulho, que o fato do nosso Secretário de Cultura Saulo Laranjeira estar gerindo e colaborando com sua arte, também engrandece o carnaval, sem custos extras, além do salário de secretário.

Cumprimentando a todos os atingidos, quero perguntar ao ilustre edil, qual a contribuição e retorno que ele deu à população com os 250 mil reais (10 mil por mês, fora o salário) que ele embolsou de verba de representação.

Preste contas públicas cabais porque nós temos o direito de requerê-las.
E aí povo de Sabará, o julgamento é seu!

Diógenes G. Fantini
Prefeito Municipal de Sabará

Compartilhe:

Veja stories do Sou Sabará

Veja stories do Sou Sabará Notícias