PF combate exploração sexual infantil na internet

SALVAR

Ao todo, 11 pessoas foram presas em Sabará e em outras cidades de MG

A Polícia Federal, em uma ação integrada da Superintendência Regional em Minas Gerais com todas as delegacias do estado, deflagrou na desta terça-feira, 31/5, a Operação SAINT NICOLAS II. O objetivo é coibir a prática do delito de exploração sexual infantil na internet.

Continue lendo após a publicidade




Cerca de 80 policiais federais cumpriram um mandado de prisão temporária e 14 mandados de busca e apreensão, expedidos pela 35ª Vara Federal de Belo Horizonte, nas cidades mineiras de Belo Horizonte, Sabará, Uberlândia, Uberaba, Juiz de Fora, Montes Claros, Divinópolis e Ipatinga.

As investigações tiveram início a partir do uso de ferramentas e técnicas investigativas que permitem a coleta de informações na internet e a identificação de usuários que frequentemente compartilham ou comercializam esse tipo de conteúdo na web.

A ação de hoje visa de reprimir o consumo e a disseminação de arquivos de imagem e vídeo, com cenas de abuso sexual infantil, na rede mundial de computadores em todo o Estado de Minas Gerais.

Os presos serão encaminhados para sistema prisional e ficarão à disposição da Justiça. Eles responderão por compartilhar arquivos que contenham cenas de sexo envolvendo criança ou adolescente e armazenar o mesmo tipo de conteúdo. São delitos previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Em caso de condenação, as penas podem chegar a 10 anos de reclusão mais multa.

Compartilhe:

Veja stories do Sou Sabará

Veja stories do Sou Sabará Notícias

Relacionado