PF combate exploração sexual infantil na internet

Ao todo, 11 pessoas foram presas em Sabará e em outras cidades de MG

A Polícia Federal, em uma ação integrada da Superintendência Regional em Minas Gerais com todas as delegacias do estado, deflagrou na desta terça-feira, 31/5, a Operação SAINT NICOLAS II. O objetivo é coibir a prática do delito de exploração sexual infantil na internet.

Continue lendo após a publicidade

Cerca de 80 policiais federais cumpriram um mandado de prisão temporária e 14 mandados de busca e apreensão, expedidos pela 35ª Vara Federal de Belo Horizonte, nas cidades mineiras de Belo Horizonte, Sabará, Uberlândia, Uberaba, Juiz de Fora, Montes Claros, Divinópolis e Ipatinga.

As investigações tiveram início a partir do uso de ferramentas e técnicas investigativas que permitem a coleta de informações na internet e a identificação de usuários que frequentemente compartilham ou comercializam esse tipo de conteúdo na web.

A ação de hoje visa de reprimir o consumo e a disseminação de arquivos de imagem e vídeo, com cenas de abuso sexual infantil, na rede mundial de computadores em todo o Estado de Minas Gerais.

Os presos serão encaminhados para sistema prisional e ficarão à disposição da Justiça. Eles responderão por compartilhar arquivos que contenham cenas de sexo envolvendo criança ou adolescente e armazenar o mesmo tipo de conteúdo. São delitos previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Em caso de condenação, as penas podem chegar a 10 anos de reclusão mais multa.

Compartilhe:

Veja stories do Sou Sabará

Veja stories do Sou Sabará Notícias

Quer participar dos grupos no Whatsapp?

Se você tiver interesse em participar dos grupos do Sou Sabará no Whatsapp
Quer Receber Notícias Sim Não