Suspeita de matar o marido em São Paulo é presa em Sabará

SALVAR

A Polícia Civil de Minas Gerais prendeu nesta quarta-feira (19) a mulher, de 52 anos, suspeita de matar o marido em São Paulo no último sábado (15). O marido dela de, 58, morreu após ter 90% do corpo queimado.

Segundo a polícia,A mulher se apresentou a policia em Sabará, onde estava na casa de parentes. Ela fugiu para a cidade logo após cometer o crime. O casal estava separado, mas ainda morava na mesma casa. Eles eram donos de um pesqueiro conhecido no Parque do Carmo, região leste de São Paulo.

Continue lendo após a publicidade




No último sábado, eles estavam na casa e começaram a discutir. Segundo familiares, ela queria R$ 150 mil para comprar uma casa em Bertioga, no litoral de São Paulo. Porém, o marido recusou.

O caseiro foi um dos primeiros a chegar ao local. Ele contou à polícia que viu a mulher do lado de fora, tranquila, observando o incêndio. Ele tentou entrar na casa, mas ela teria dito para ele: deixe queimar e não se aproxime da casa.

Com medo, o caseiro não fez nada, mas ligou para o Corpo de Bombeiros.

A vítima chegou a ser resgatada e foi levada para um hospital da região, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos. A mulher deve responder pelo crime de homicídio qualificado. Ela vai ser apresentada pela polícia de Minas nesta quinta-feira (20).

Compartilhe:

Veja stories do Sou Sabará

Veja stories do Sou Sabará Notícias